.: Notícias :.
Boletim Eletrônico Nº 1277

DESTAQUES:



Siga o
da SBQ


Logotipo

Visite a QNInt





capaJBCS



capaQN



capaQnesc



capaRVQ





   Notícias | Eventos | Oportunidades | Receba o Boletim | Faça a sua divulgação | Twitter | Home BE | SBQ



06/07/2017



IUPAC 2017: Coordenadas são destaque na celebração dos 40 anos da SBQ


Nunca na história da SBQ as sessões coordenadas foram realizadas com a presença de tantos químicos estrangeiros; Nobel foi convidado para assistir

Em três dias terá início o maior evento científico da história do Brasil. O 46º. Congresso Mundial de Química (IUPAC 2017) reunirá cerca de 3 mil químicos de todos os continentes para debater temas fundamentais ao desenvolvimento sustentável, como saúde, alimentação, energia, meio-ambiente e outros.

O Congresso será uma oportunidade inédita para muitos químicos brasileiros que poderão apresentar seus trabalhos para uma plateia internacional, nas Sessões Coordenadas (SCs) da 40ª Reunião Anual da SBQ.

"Todo o Congresso Mundial de Química faz parte da celebração dos 40 anos da SBQ", afirma a secretária geral da entidade, professora Rossimiriam Freitas (UFMG). "O trabalho dos nossos *diretores das divisões científicas foi fundamental na montagem das SCs", completa. "Todos os palestrantes nas SCs de quarta-feira tarde são associados SBQ e temos um grande número de jovens pós-graduandos apresentando os seus trabalhos. Como é um horário livre das atividades da IUPAC, químicos estrangeiros poderão ver as apresentações."

Sir James Fraser Stoddart, da Northwestern University, Prêmio Nobel de Química de 2016 foi convidado para assistir à Sessão Coordenada de Química dos Materiais. O convite foi feito pela professora Célia Machado Ronconi (UFF), diretora da divisão de Materiais da SBQ. "Ele foi meu supervisor de pós-doc e quando me avisou que viria ao Brasil, fiz o convite para que ele assistisse nossa sessão", conta. "Procuramos montar a sessão com trabalhos que tenham alguma ligação com as pesquisas de Stoddart."
Letícia Teles Carvalho, IFSP: "Sou recém associada à SBQ e este será meu primeiro evento científico. Vou propor uma reflexão sobre o diálogo existente entre o Currículo do Estado de São Paulo para a disciplina de Química, a prática docente e os conteúdos de química avaliados no Exame Nacional do Ensino Médio."

Alguns dos químicos que farão apresentações nas sessões coordenadas são estudantes de graduação em sua primeira participação em um evento científico. É o caso de Letícia Teles Carvalho, estudante do quarto semestre de licenciatura em Química no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP). "Sou recém associada à SBQ e este será meu primeiro evento científico", diz Letícia, que falará na sessão coordenada sobre Ensino de Química. "Vou propor uma reflexão sobre o diálogo existente entre o Currículo do Estado de São Paulo para a disciplina de Química, a prática docente e os conteúdos de química avaliados no Exame Nacional do Ensino Médio."

Letícia tem o sonho de ser pesquisadora na área de ensino de química ou de síntese de fármacos e está muito animada com sua participação na IUPAC 2017: "Vejo essa oportunidade como uma inclusão a uma realidade científica até então não conhecida. Significa desafio e aprendizado, pois com certeza haverá pessoas muito experientes e também pessoas que estão no processo de aprendizado, como eu, que poderão fazer o intercâmbio de seus conhecimentos da forma mais construtiva possível."

Beatriz Gonçalves, UEA: "Minha palestra será sobre a análise inorgânica das penas da espécie Pygoscelis papua, também conhecido como pinguim gentoo. Procuro avaliar se a Antártida está sendo poluída através de elementos tóxicos que se acumulam nas penas dos pinguins", explica a estudante."

Outra química que fará sua estreia em eventos científicos é Beatriz Gonçalves, estudante do quinto período de engenharia química na UEA (Universidade do Estado do Amazonas). "Falar na IUPAC 2017 é a maior oportunidade da minha carreira científica até o momento", afirma Beatriz. "É a primeira vez que irei fazer uma apresentação sobre meu projeto, e saber que será em um congresso internacional é muito significativo."

Sua pesquisa é na área de química inorgânica, com viés ambiental. "Minha palestra será sobre a análise inorgânica das penas da espécie Pygoscelis papua, também conhecido como pinguim gentoo. Procuro avaliar se a Antártida está sendo poluída através de elementos tóxicos que se acumulam nas penas dos pinguins", explica a estudante.

Todas as sessões coordenadas da 40ª. Reunião Anual da SBQ serão realizadas na quarta-feira, 12/7, a partir das 14h20, no mesmo dia da conferência do Nobel Sir James Fraser Stoddart. Veja programação completa aqui: http://www.iupac2017.org/scientific-program.php


*DIRETORES DE DIVISÕES CIENTÍFICAS

Stanislau B. Junior
Divisão Alimentos e Bebidas
Sibele B. C. Pergher
Divisão Catálise
Maria Valnice B. Zanoni
Divisão Eletroquímica-Eletroanalítica
Márlon Herbert F. B. Soares
Divisão de Ensino de Química
Nelson Henrique Morgon
Divisão de Fisico-Química


Carla Cristina S. Cavalheiro
Divisão de Fotoquímica
Roberto G. S. Berlinck
Divisão de Produtos Naturais
Maria Cristina C. Gazotti
Divisão de Química Ambiental
Clésia Cristina Nascentes
Divisão de Química Analítica


Célia Machado Ronconi
Divisão de Química de Materiais
Shirley Nakagaki Bastos
Divisão de Química Inorgânica
Rafael Victorio Carvalho Guido
Divisão de Química Medicinal
Mauricio Moraes Victor
Divisão de Química Orgânica

Texto: Mario Henrique Viana (Assessoria de Imprensa da SBQ)








Contador de visitas
Visitas

SBQ: Av. Prof. Lineu Prestes, 748 - Bloco 3 superior, sala 371 - CEP 05508-000 - Cidade Universitária - São Paulo, Brasil | Fone: +55 (11) 3032-2299