Boletim Eletrônico da SBQ
ESPECIAL
NOTA PÚBLICA SBQ

DESTAQUES:


Siga o

da SBQ



Logotipo
Visite a QNInt





capaJBCS



capaQN



capaQnesc



capaRVQ


   Notícias | Eventos | Oportunidades | Receba o Boletim | Faça a sua divulgação | Twitter | Home BE | SBQ

22/11/2019



NOTA PÚBLICA SBQ

A Sociedade Brasileira de Química (SBQ) é uma sociedade científica que tem por finalidade congregar profissionais ligados à Química e áreas afins com o propósito de desenvolver, divulgar e promover a pesquisa, a educação e a aplicação responsável do conhecimento químico em prol do desenvolvimento da nação. Seu quadro inclui professores, pesquisadores, estudantes e empresários, entre outros.

Por meio desta nota, a Diretoria e o Conselho Consultivo da SBQ veementemente repudiam a declaração do Ministro da Educação Abraham Weintraub, veiculada em vídeo recente, de que em unidades de Química das Universidades Federais ocorre o desenvolvimento de "laboratórios de droga sintética, metanfetamina". Tal declaração, entre outras, demonstra um completo desconhecimento, da parte do Sr. Ministro, da realidade dos departamentos e institutos de Química das Universidades Públicas Brasileiras, principalmente das Universidades Federais, onde a maioria da ciência de ponta realizada nesse país vem sendo conduzida. O Brasil contribui com 2,9% de toda a ciência produzida no mundo, o que o coloca em 13º lugar dentre todos os países na geração de conhecimento, e a área de Química contribui sobremaneira para essa posição de destaque da ciência brasileira. Além disso, os departamentos e institutos de Química das Universidades Federais são responsáveis por inúmeros avanços científicos que beneficiam a impactam a sociedade brasileira. Por exemplo:

Onde os brasileiros acham que estão alguns dos laboratórios de apoio da Petrobrás? Sim, eles estão nas Universidades Federais, dando todo suporte que o Brasil necessita de tecnologia na área de petróleo e gás.

Onde estão as grandes centrais analíticas e os nascedouros de empresas que fazem o desenvolvimento de metodologias para o controle de impurezas nos medicamentos genéricos que nós brasileiros utilizamos? Novamente, sem as Universidades isso não seria possível.

Onde são desenvolvidos os protocolos para a detecção de drogas e explosivos, fundamentais para os laboratórios da polícia investigativa? Mais uma vez, nas Universidades Federais.

Poderíamos listar inúmeros outros serviços diretos e indiretos que a Química desenvolvida nas nossas Universidades Federais presta aos cidadãos brasileiros, além dos profissionais que continuamente forma.

É absolutamente estarrecedor e incompreensível a sequência de ataques que o Sr. Ministro vem proferindo contra as Universidades Federais, usando de dados infundados ou algum problema pontual, numa tentativa aparentemente premeditada de macular a imagem de nossas Universidades. Não se tem notícias, por exemplo, de registros onde o Sr. Ministro enaltece a realidade, comprovada por quaisquer agências brasileiras ou internacionais, que demonstram que a maioria absoluta da pesquisa científica realizada no Brasil é feita dentro de Universidades Públicas. Os números, bem conhecidos do Sr. Ministro, são claros: das 50 instituições que mais publicam ciência no Brasil, 49 são públicas, sendo 36 Universidades Federais. Outra cobrança recorrente dele é a questão prática da pesquisa. Ora, sem pesquisa básica não existirá pesquisa aplicada, mas recente levantamento das mais de 800 "empresas filhas" da UNICAMP mostrou que elas têm um faturamento anual de R$7,9 bilhões. Isso é retorno direto na forma de empregos e impostos para o país e merece ser enaltecido.

Finalmente, cabe destacar que a Diretoria e o Conselho Consultivo da SBQ se orgulham da grande comunidade química brasileira, que tem nas Universidades Federais uma parcela significativa de sua representação, e tem um reconhecimento internacional que deveria ser motivo de orgulho para toda a população brasileira. As graves acusações do Sr. Ministro não são, certamente, dirigidas a essa comunidade. A pesquisa e o ensino em Química nesse país são um assunto sério e exato. Não existe espaço para suposições ideológicas. Se o Sr. Ministro possui dados que comprovem alguma ação isolada relacionada as suas declarações, se tem conhecimento de algum caso pontual de desvio de conduta, que aponte, nomeie os responsáveis, denuncie à Polícia Federal, como é sua obrigação. Caso contrário, estará prevaricando e poderá responder por isto.

DIRETORIA E CONSELHO CONSULTIVO DA SBQ
(Sociedade Brasileira de Química)
22 de novembro de 2019.




O Boletim Eletrônico da SBQ é um informativo oficial da Sociedade Brasileira de Química
Editor: Prof. Fernando de Carvalho da Silva
Para enviar sua contribuição acesse o formulário de divulgação



Você está recebendo este email porque você registrou-se em algum serviço online da SBQ. Se desejar receber este informativo, visite a página para a Inscrição, preencha as informações do formulário e clique em Inscrever. Se desejar parar de receber este informativo, visite a página para Inscrição, preencha o espaço no campo adequado e clique em Desinscrever. A SBQ respeita sua privacidade e não revela, vende ou repassa sua informação para qualquer pessoa, empresa ou instituição não-afiliada. Para questões, problemas ou sugestões sobre este serviço, por favor contate boletim@sbq.org.br

Copyright 2019 SBQ. Todos os direitos reservados.


Contador de visitas
Visitas

SBQ: Av. Prof. Lineu Prestes, 748 - Bloco 3 superior, sala 371 - CEP 05508-000 - Cidade Universitária - São Paulo, Brasil | Fone: +55 (11) 3032-2299