.: Notícias :.
Boletim Eletrônico Nº 1363

DESTAQUES:


Siga o

da SBQ



Logotipo
Visite a QNInt





capaJBCS



capaQN



capaQnesc



capaRVQ


   Notícias | Eventos | Oportunidades | Receba o Boletim | Faça a sua divulgação | Twitter | Home BE | SBQ



02/05/2019



Posicionamento da Presidência da Sociedade Brasileira de Química sobre propostas de cortes na área de humanidades


A Sociedade Brasileira de Química recebe enleada as recentes proposições do Presidente da República e do Ministro da Educação sobre os investimentos federais em ensino e a pesquisa na área de humanidades, especificamente em filosofia e sociologia. O conteúdo das declarações demonstra um desconhecimento das atribuições desses profissionais, do perfil dos estudantes dos cursos e da importância desse material humano dentro de outros setores do país fora da Academia.

A lógica de que essas áreas não trazem retorno econômico imediato é limitada e sem uma análise de perspectiva de futuro. O ministro Abraham Weintraub baseou-se em proposição, do ano de 2015, do Ministério da Educação, Cultura, Esportes, Ciência e Tecnologia do Japão para as universidades japonesas. Nesse documento foi sugerido priorizar áreas estratégicas e redução de investimentos nas áreas de humanidades e ciências sociais. Devemos destacar que a proposta foi abrenunciada pelo setor acadêmico e também pela Federação das Indústria do Japão.

O Japão foi o berço da concepção da filosofia de Sociedade 5.0, onde em um futuro muito próximo teremos uma sociedade centrada no indivíduo e que deverá equilibrar o avanço econômico com a resolução de problemas sociais. Esse desafio passa ainda pela necessidade de integrar o espaço físico em que vivemos com o ciberespaço. Será que já estamos preparados para isso? Pensando que boa parte da humanidade terá maior disponibilidade de informação, será superconectada e altamente cooperativa, além é claro de termos maior perspectiva de vida, como vamos nos organizar?

Fazendo uma rápida reflexão sobre a agenda da Sociedade 5.0 é possível entender as razões para a sociedade Japonesa ter sido contrária à redução de investimentos na área de humanidades. O posicionamento dessa sociedade é pautado em reflexão e principalmente com uma visão de futuro. Reduzir os investimentos nas áreas propostas teria impacto negativo no desenvolvimento do nosso país. Portanto, a Sociedade Brasileira de Química repudia as colocações do Presidente da República e do Ministro da Educação e sugere que a equipe do Ministério da Educação faça uma reflexão mais ponderada e pautada em informações científicas dos impactos que as medidas apresentadas poderiam causar em nossa sociedade, independentemente de posicionamento econômico, político e ideológico.

A Filosofia foi o berço do pensamento que originou as Universidades e estas fundamentaram todo o desenvolvimento do mundo moderno. A Academia de Platão ou Academia de Atenas, fundada por Platão, pode ser considerada a primeira Universidade da História, onde seus membros recebiam educação formal. Será que a toda essa construção de pensamento, realizada durante milhares de anos, pode ser desconstruída por uma proposta abrupta em pouco mais de 100 dias, tempo este da implantação do atual governo?

Deixamos aqui uma proposta para reflexão.


Prof. Dr. Norberto Peporine Lopes
Presidente da Sociedade Brasileira de Química








Contador de visitas
Visitas

SBQ: Av. Prof. Lineu Prestes, 748 - Bloco 3 superior, sala 371 - CEP 05508-000 - Cidade Universitária - São Paulo, Brasil | Fone: +55 (11) 3032-2299